segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Projeto Doce Sopro realizará cantata de Natal em Dezembro














BREVE HISTÓRICO – PROJETO DOCE SOPRO
No dia 17 de março de 2015, nasce um projeto de música que ensina a tocar flauta e violão em um programa do governo federal chamado Mais Cultura nas Escolas. Este projeto foi concedido à Unidade Integrada Clementino Ramos em Tutóia Velha |Tutóia - MA à gestora Viviane Lobato. Como o próprio nome diz, ele veio para incentivar a cultura da localidade. A gestora, analisando qual deveria ser a melhor maneira para realizar o projeto, pensou em muitas atividades culturais. O Professor Daniel Monteiro (Téc. Informática da referida instituição) a muito tempo tinha um sonho de montar um grupo para ensino de música semelhante àquele que um dia teve a oportunidade de ingressar e se apaixonar pela música em Fortaleza - CE. Tentou até mesmo trazer o projeto implantado pela empresa Yamaha (Sopro Novo), porém este não se encaixava nas características necessárias à implantação do projeto para Tutoia Velha onde poderia ensinar música às crianças e adolescentes. A gestora viu no Projeto Mais Cultura a oportunidade para usar a música como uma via de salvação para evitar que jovens e crianças não ficassem ociosos e assim se envolvessem em coisas erradas. Juntos, Viviane Lobato e Daniel Monteiro criaram este projeto de ensino de música com o apoio do Mais Cultura. Ao invés de apoiar uma cultura já local decidiram colocar no contexto uma nova cultura existente desde os primórdios da humanidade: a Música.
Com muita dificuldade foram realizadas audições para adequar os candidatos ao ingresso no programa devido aos poucos instrumentos adquiridos. Destes, permaneceram cerca de 40 componentes. A coordenadora e o professor foram remunerados inicialmente, pois o projeto veio com recursos para a compra dos materiais necessários e pagamento do professor e coordenadora, mesmo sendo estes recursos insuficientes para a necessidade do projeto. Os valores foram enviados em duas parcelas. A primeira foi liberada e a segunda atrasou mais de 8 meses. Apesar de não remunerados, a coordenadora e o professor não abandonaram o projeto ou desistiram das crianças.
Em 18 de junho (uma quinta feira), tendo notícias de um projeto com flautas doce denominado Sopro de Vida que estava em desenvolvimento em Paulino Neves-MA, o Professor Daniel foi até a cidade e conheceu as crianças e jovens que ali participavam. Se sentiu muito motivado com o progresso daquele projeto e gravou um vídeo onde estes alunos tocavam e davam palavras de incentivo e apoio ao projeto Mais Cultura em Tutóia Velha. A partir daí, teve o Sopro de Vida como inspiração e referência para a continuidade do projeto. Seis meses depois, a primeira apresentação veio, sendo realizada no dia 7 de setembro em praça pública com as músicas “Asa Branca” e “O Som do Silêncio” numa belíssima apresentação apesar de simples e com muita dificuldade.

Empolgados com a continuidade do projeto, a coordenadora e o professor pensaram em oferecer um presente especial à comunidade no Natal. Começam então uma corrida para organizar a 1ª Cantata de Natal que seria realizada pelo grupo, que agora era denominado Doce Sopro – Um Toque de Esperança. O professor conduziu os alunos do projeto para assistirem a um Concerto de Natal em Paulino Neves realizado pelo Projeto Sopro de Vida. Voltando de lá encantados com o magnífico evento já tendo o referido projeto como exemplo a ser seguido, sonharam mais ainda em um dia poderem ser um grupo de música como eles. A partir daí começaram a lutar para que esse sonho fosse uma realidade. Infelizmente muitos ficaram pelo meio do caminho por motivos particulares, mas os que permaneceram fazem por amor, assim como a coordenadora e o professor que, mesmo sem remuneração, cuidam e dedicam seu tempo a esse projeto por amor a essas crianças/jovens e à música. Muitas dessas crianças/jovens não possuem condições financeiras para adquirir sequer a roupa para usarem nas apresentações, mas com muito esforço os pais fazem de tudo para conseguirem. Apesar das lutas, dificuldades e do tempo dedicado a esse projeto, o mesmo não possui o devido apoio e reconhecimento das autoridades competentes, mas permanece de pé. O aprendizado é constante e essa é a principal recompensa.

Link da página no Facebook

https://www.facebook.com/Doce-Sopro-505447252988532/?ref=ts&fref=ts

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Tutoiense nato, professor de Geografia da rede municipal e particular de ensino em Tutóia e Paulino Neves, Licenciado em Geografia pela UESPI e Pós Graduado em Educação Ambiental pelo IESF, Pós Graduado em Gestão Pública Municipal, UEMA, 2016. Este blog é um blog de reportagens de acontecimentos e também de publicação de imagens (fotos). Sou um apaixonado por fotos. Nascido em 1980. Fui presidente de Associação de Moradores do povoado Bezerro (Tutóia-MA). Atualmente estou presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Tutóia, Paulino Neves e Santana do MA. Milito em ações sociais nesses municípios.