segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Parques dos Lençóis Maranhenses, Chapada das Mesas e aeroporto de São Luís devem ser privatizados em 2017


Lagoas formadas pela água das chuvas - Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses Local: Barreirinhas MA Brasil Data: 201106 Código: 01LS579 Autor: Luis Salvatore
Crédito: Luis Salvatore
Com a crise econômica que o país enfrenta, o governo federal vem planejando conceder o uso de mais parques nacionais à iniciativa privada. Entre os avaliados estão dois no Maranhão o dos Lençóis Maranhenses e a Chapada das Mesas. De acordo com o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, ele defende administração dos espaços por instituições privadas, a exemplo do que ocorre em Foz do Iguaçu (PR) e outros lugares, a fim de que haja um controle mais efetivo e eles possam gerar suas próprias receitas para manutenção e fiscalização.
Além de Foz do Iguaçu, a ideia é reproduzir o modelo de Fernando de Noronha (PE), onde serviços de visitação já são explorados por empresas. Um projeto sobre o tema está hoje em elaboração pela pasta e deverá ser apresentado até fevereiro de 2017.
A gestão privada proposta pelo ministro não significa uma transferência desses patrimônios para empresas, mas uma parceria com instituições identificadas com o meio-ambiente. Elas ficariam encarregadas da gestão, manutenção, contratação de pessoal e até mesmo cobrança de taxas para visitação. Atualmente a entrada no Parque dos Lençóis é gratuita, assim como na Chapada das Mesas.
No entanto, conversando com membros do ICMBIO, que é responsável pela gestão do Parque dos Lençóis foi informado que dificilmente a proposta deve passar por conta da resistência popular.
Os Lençóis Maranhenses têm como porta de entrada a cidade de Barreirinhas e se estende até a divisa com Piauí, englobando Paulino Neves, Tutóia, Água Doce, Santo Amaro, Primeira Cruz e outros municípios, fazendo parte da Rota das Emoções, roteiro integrado composto também pelo Delta das Américas (Piauí) e Jericoacoara (Ceará). Já a Chapada das Mesas tem as cidades de Carolina e Riachão como as principais dentro de sua área geográfica.
Privatização do Aeroporto de São Luís
Quem também deve passar por um processo de privatização é o terminal aéreo da capital maranhense. A Secretaria de Aviação Civil (SAC) divulgou em setembro a lista de aeroportos brasileiros que serão privatizados em 2017 e incluiu o Marechal Hugo da Cunha Machado, de São Luís, entre os que deve ser concessionados no ano que vem.
A primeira lista continha apenas quatro aeroportos (Florianópolis, Fortaleza, Porto Alegre e Salvador), mas a autoridade de aviação civil do Governo Federal incluiu, além do maranhense, outras nove unidades: Belém, Cuiabá, Curitiba, Foz do Iguaçu, Goiânia, Maceió, Manaus, Recife, e Vitória.
Fonte: http://diegoemir.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Tutoiense nato, professor de Geografia da rede municipal e particular de ensino em Tutóia e Paulino Neves, Licenciado em Geografia pela UESPI e Pós Graduado em Educação Ambiental pelo IESF, Pós Graduado em Gestão Pública Municipal, UEMA, 2016. Este blog é um blog de reportagens de acontecimentos e também de publicação de imagens (fotos). Sou um apaixonado por fotos. Nascido em 1980. Fui presidente de Associação de Moradores do povoado Bezerro (Tutóia-MA). Atualmente estou presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Tutóia, Paulino Neves e Santana do MA. Milito em ações sociais nesses municípios.