A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) continua realizando uma série de obras nos municípios do interior do estado, visando melhorar o abastecimento de água e consequentemente a qualidade de vida dos seus moradores.
Na cidade de Tutóia, a Caema está realizando serviços de melhoria e complementação no abastecimento de água, que contempla a aquisição e instalação de 2 conjuntos motor-bomba para o sistema de captação, com capacidade para 250 metros cúbicos por hora cada um; construção de uma estação de tratamento de água, com capacidade para 250 metros cúbicos por hora; uma casa de química com potencial para dosagem de tratamento de 250 metros cúbicos por hora; um reservatório elevado em concreto armado para lavagem de filtro, com capacidade de 250 metros cúbicos; e uma elevatória de água tratada com 2 conjuntos motor-bomba com capacidade para 250 metros cúbicos por hora cada.
Ainda em Tutoia, está sendo instalada uma adutora de água tratada com extensão de 5.924 metros em tubos com diâmetro DN 200 mm; um reservatório elevado de concreto armado com capacidade para 300 metros cúbicos; rede de distribuição dos setores 1, 2 e 3 com extensão total de 42.950 metros e tubulação com diâmetro de DN 50 a DN 200mm, além de 730 ligações domiciliares de água, que vai beneficiar mais de 4.600 famílias daquele município.
As obras foram iniciadas em novembro de 2013 e possuem prazo de conclusão em dezembro de 2014. Os investimentos são de R$ 4.804.888,66 com recursos do Governo Federal por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-2).
Em Chapadinha, estão sendo realizados serviços de melhoria e ampliação do sistema de tratamento de água, com a finalidade de melhorar a captação de água na Barragem Itamacaoca. Para isso estão sendo adquiridos 2  conjuntos motor-bombas com capacidade para captar 250 metros cúbicos de água por hora cada um; instalação de uma adutora de água bruta com 371 metros de comprimento e tubos de DN 250 mm de diâmetro; uma estação de tratamento de água, com capacidade para tratar 250 metros cúbicos de água por hora; uma casa de química com potencial para 500 metros cúbicos por hora; 3 reservatórios apoiados de concreto armado, com capacidades de 1.200, 1.500 e 250 metros cúbicos cada um; 2 reservatórios elevados em concreto armado, com capacidade para l00 e 150 metros cúbicos cada; 3 estações elevatórias de água tratada (EAT-1, EAT-2 e EAT-3) com equipamentos de recalque e implementos elétricos e hidráulicos; uma adutora de água tratada com 4.365 metros de comprimento, com diâmetro variando entre DN200 a DN400 mm; rede de distribuição de água com 110 km de comprimento, com diâmetros de DN50 a DN400 mm e mais 3.600 ligações prediais de água que irão favorecer 13.200 famílias.
O valor da obra é R$ 23.372.018,63, com recursos do Governo Federal por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-2). Foram iniciadas em  outubro de 2013 e estão com previsão de conclusão em dezembro de 2014.
No município de Pinheiro, a Companhia está executando serviços de melhoria e ampliação dos sistemas de abastecimentos de água. Para reforçar e aumentar a captação, estão sendo realizados serviços na elevatória de água bruta, com a instalação de 2 conjuntos motor-bombas com capacidade para 400 metros cúbicos por hora cada; construção de uma estação de tratamento de água com capacidade para 300 metros cúbicos por hora; um reservatório elevado, em concreto armado com capacidade para 150 metros cúbicos por hora; um reservatório apoiado, em concreto armado, com capacidade para 800 metros cúbicos; uma elevatória de água tratada com 1 conjunto motor-bomba de eixo horizontal, com capacidade para 300 metros cúbicos de água por hora; e uma adutora de água tratada com 1.619,84 metros de comprimento e 300 mm de diâmetro.
Também em Pinheiro está sendo realizada a implantação de 15.564 metros de rede de distribuição de água no Setor 1, em tubos de DN50 a DN300 mm de diâmetros; 15.650 metros de rede de distribuição de água no Setor 2, com tubulação variando de DN50 a DN 300 mm de diâmetros; e instalação  de 3.715 ligações domiciliares de água, que irá beneficiar cerca de 11.600 famílias.
Essa obra tem um custo de R$ 8.420.096,63, com recursos do Governo Federal por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-2). Os serviços foram iniciados em novembro de 2013, e estão previstos para serem concluídos em novembro deste ano.
Na cidade de Colinas, a Caema está executando serviços de melhorias no sistema de abastecimento da cidade, que incluem aquisição de um sistema flutuante metálico de três tambores e recalque de água bruta; 2 conjuntos motor-bombas com vazão de 300 metros cúbicos por hora, com os respectivos quadros de comando; uma casa de bomba; implantação de uma adutora de água bruta, com extensão de 200 metros em tubos com DN400mm de diâmetro; uma estação de tratamento de água com vazão de 300 metros cúbicos por hora; uma elevatória de água tratada, equipada com 2  conjuntos motor-bombas com vazão de 300 metros cúbicos por hora cada e mais os quadros de comandos; uma adutora de água tratada (ETA-R3), com 1.460 metros de comprimento em tubulação de DN300mm de diâmetro; reforma do escritório com urbanização da área externa; 855 ligações domiciliares com instalações de hidrômetros.
A obra é da ordem de R$ 2.000.836,60 com recursos do Governo do Estado do Maranhão. Teve início em setembro de 2013 e a previsão é que seja concluída em junho deste ano.
Os moradores do município de Bacuri também comemoram as melhorias realizadas no abastecimento de água. Foram realizados os serviços de perfuração, montagem e instalação de poços tubulares, com profundidade de 200 metros e 18 polegadas de diâmetro; instalação da subestação trifásica de 45 KVA, classe de tensão 15 KV, com quadros de comandos com partidas e paradas suaves, além da instalação de conjuntos motor-bombas submersível.
Os serviços foram iniciados em julho de 2012 e foram concluídos em outubro do mesmo ano, beneficiando mais de 2 mil famílias. O Governo do Maranhão investiu R$ 412.610,60 nessas iniciativas.