quarta-feira, 30 de março de 2011

Concurso de Paulino Neves, dúvida minha ou falha no edital?

Li e reli o edital do Concurso Público de Paulino Neves 2011, e confesso, se há, não consegui ver o item que trata da distribuição de vagas por local de posse, no caso, zonas rural e urbana.
É um simples esquecimento ou falha na elaboração do edital. Ou será (penso que não) que foi de propósito pra adiar ou algo parecido?

O certo é que, pra mim, é uma falha, pois, deveria haver especificação de cargos para sede e para zona rural.

Que alguém concerte, por favor!

terça-feira, 29 de março de 2011

Concurso de Paulino Neves-Ma: Edital e Inscrições

Link para edital e inscrições: http://www.institutocidades.org.br/?acao=concurso&subacao=detalhe&concursoID=242

Tutóia, 73 anos: Breve Historiografia

O que publico agora, é somente uma prévia de um trabalho que estou tentando escrever. Desculpem os erros. E as citações longas são para título de informação, não devem constar nessa proporção no meu trabalho.


Breve Historicidade


73 anos de emancipação política (29 de março de 1938).

No entanto, a historicidade dessa “cidadezinha praieira” remonta a um passado bem longínquo. Dados históricos afirmam o seu povoamento desde o século XVIII, quando foi confirmada a demarcação de terras no litoral para os indígenas Teremembés, aproximadamente em 1727, sendo denominada de Vila Viçosa com sede no atual povoado de Tutóia Velha. E em 1758, por resolução do império foi elevada a categoria de Vila de Tutóia.

Em 1901, após ter pertencido ao município de Barreirinhas passa a ter sua sede no Porto de Salinas (atual sede) que surgiu em 1822, quando o coronel Paulino Neves instalou suas atividades comerciais na margem do igarapé.

Nessa época, fixou –se uma significativa atividade portuária: carga e descarga de mercadorias, uma vez, que inexistia a rodovia que atualmente a liga a outros municípios.

Decorrido esse período, no início do século XX, em 1938, “adquire foros de cidade”. E em 31-12-1948, pela lei estadual nº 269, são criados os distritos de Barro Duro e Paulino Neves e anexados ao município de Tutóia. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 17-1-1991. Pela lei estadual nº 6185, de 10-11-1994, desmembra do município de Tutóia o distrito de Paulino Neves elevado à categoria de município.


Possíveis origens do nome Tutóia.

“Ludovico Schwenhagen apresenta, em seu livro "Antiga História do Brasil', uma abundante documentação, baseada em dados etnográficos, históricos, arqueoiógicos e lingüísticas, apoiando-se ainda em narração de Diodoro, grande historiador grego, contemporâneo de Júlio César, que teria descrito as viagens dos fenícios ao Brasil. Segundo Diodoro, (...) os fenícios, quando os gregos destruíram Tróia, levaram milhares de troianos e seus aliados para suas colônias e com eles fundaram diversas cidades com o nome de Tróia. (...) No Brasil teriam fundado Tur-Troya (Tur foi uma metrópole fenícia). Daí Tutóia, estação marítima dos fenícios no deita do rio Parnaíba, entreposto de Sete Cidades, 180 quilômetros distante, no interior.” Do site: www.tutoia.8m.com

Alguns historiadores sustentam que o nome provem da língua tupi-guarani e significa “água boa”.

Outra versão aponta o termo Tutóia como procedente do dialeto indígena que quer dizer “lençol de areia”, “grande extensão de dunas”.

E há uma quarta versão, que diz, Tutóia é uma corruptela de “tutóia” que quer dizer: “que encanto, que beleza!”.

Os índios Teremembés, primeiros habitantes



Frequentavam os mangues desse litoral com o propósito de dispor de peixes, mariscos e crustáceos para alimentação. Ali, de forma estratégica, podiam se atocaiar e armar emboscadas contra os inimigos. O líder dos Tremembés de Almofala, Ceará, João Venança (2005) afirma: “eles [os índios] faziam um percurso pela costa, até... até a baía... até Paraíba, né? Chegavam lá parece que tinham um confronto, né? Aquele grupo de lá não deixava eles passar pra lá e nem também eles deixavam passar pra cá. Eles desciam até Tutóia do Maranhão, né?” Fonte: Hstoriador Cearense.

BREVE CARACTERIZAÇÃO GEOGRÁFICA

Nossa geografia nos privilegia, o município de Tutóia situa-se entre os Lençóis Maranhenses e o Delta do Parnaíba. Limita-se ao norte com o Oceano Atlântico, ao Sul com a Santana do Maranhão, ao leste com Água Doce e ao oeste com Paulino Neves. Está localizado no microrregião dos lençóis maranhenses, que integra a mesorregião Norte maranhense. Situando-se mais a nordeste do estado maranhão. A uma distancia aproximada de 456 km da capital, e o acesso se dá pela rodovia MA 034. Em 2001, 11.589 habitantes e em 2010, aproximadamente 50.000h, um aumento significativo (IBGE). Sua atual área após desmembrar Paulino Neves, Água Doce e alguns povoados para Santana do Maranhão é de 1.489,38 Km².

RELEVO

Possui relevo relativamente plano. No litoral apresenta variação com dunas de até 30 metros de altura, as quais movimentam-se durante a maior parte do ano sob ação dos fortes ventos (principalmente entre agosto e outubro). No período chuvoso, os lençóis afloram e formam-se grandes lagoas provenientes da água da chuva, por entre as dunas. No período de estiagem, entre os meses de agosto a dezembro, as dunas são movediças, onde em alguns pontos forçou a mudança de residências em Bairros como o São José, no litoral da cidade.

Já, afastando-se do litoral temos variação de plano a altiplano, principalmente na faixa de 0 a 200 metros em alguns pontos que margeiam os rios Bom Gosto e Barro Duro.

ILHAS: integrando o grande Delta do Parnaiba as seguintes ilhas: do Cajueiro, Coroatá, Melancieira, Igoronhon, Grande, Pombas, José Correia, Caieira e Papagaio .

PLUVIOSIDADE,CLIMA E VEGETAÇÃO

A nossa situação geográfica, em toda a extensão do município, na zona de transição do Norte para o Nordeste do Brasil nos garante, tanto uma temperatura quanto uma cobertura vegetal típicas dessas duas macros regiões do país. Além da proximidade com o Equador (COORDENADAS: 2º 45’53" de Latitude: sul e : 42º 16’ 28’’ de Longitude oeste) com temperaturas elevadas durante quase todo o ano, mesmo no período chuvoso (que vai do final de janeiro a meados de junho).

No litoral, em quase toda sua extensão, diversificada floresta de manguezais e vegetação rasteira.

No interior do município, vegetação de pequeno e médio porte (com os denominados capões de mato) onde pode-se situar na parte mais ao sul.

Na região centro-litorânea apresenta vegetação mais rala e rasteira com arbustos e arvores de casaca grossa e retorcidas, que podemos denominar de cerrado tutoiense, pois apresenta menor variação de espécies do que o cerrado brasileiro.

Referente especificamente ao clima da área dos Lençóis Maranhenses “é o tropical megatérmico, muito quente, úmido a sub-úmido, com índices pluviométricos distribuídos em dois períodos sazonais. As áreas próximas ao PNLM, de acordo com o MMA/IBAMA (2003), apresentam índices pluviométricos anuais de 1.623 mm (Barreirinhas), 1473 mm (Parnaíba), 1593 mm (Tutóia). Todavia, a dinâmica da circulação atmosférica em toda a zona costeira maranhense, sujeita às interferências da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), faz com que a pluviometria local seja marcada pela irregularidade. A temperatura média anual é relativamente alta, atingindo 26,3° a 27,7°C, enquanto a média das temperaturas máximas mensais situam-se entre 31° e 33°C (MARANHÃO, 2002). Nos Lençóis Maranhenses os ventos com direção NE, E, SE e N são influenciados pela ZCIT e pelas altas pressões estacionárias do Atlântico Sul (MMA/IBAMA, 2003)”. (DATAÇÃO E EVOLUÇÃO DOS CAMPOS DE DUNAS EÓLICAS INATIVAS DOS LENÇÓIS MARANHENSES Jorge Hamilton Souza dos Santos. DEGEO/UFMA (notlimah21@bol.com.br) Jorge Xavier da Silva. DEGEO/UFRJ (xavier@lageop.ufrj.br)

HIDROGRAFIA

Dentre os principais rios destacam-se rio Bom Gosto, recebe esse nome por cortar o mais povoado importante por onde passa, o povoado Bom Gosto e o Rio Barro Duro, esse também, antes de desaguar no mar do Delta do Parnaíba passa pelo povoado Barro Duro. Ambos deságuam no mar de Tutóia (Delta do Parnaíba) como observa-se na imagem abaixo.

Há relatos verbais de antigos moradores que tanto o Rio Bom Gosto quanto o Barro Duro já foram navegáveis em grande parte de seu curso por embarcações de pequeno porte como as canoas utilizadas por pescadores dessas localidades, uma vez que parte significativa destes se utilizam ou se utilizavam da pesca até bem pouco tempo. Atualmente, navegar com essas embarcações além dos limites desses povoados é inviável considerando que o nível de suas águas tem baixado em conseqüência do uso das “custaneiras” nome dado, pelos nativos mais antigos, para a prática da agricultura em períodos de estiagem, nas áreas de mata ciliar desses rios e riachos de Tutóia. Além, da retirada de areia e desmatamento da mata ciliar nas muitas propriedades particulares que margeiam as duas margens do rio Bom Gosto, por exemplo, do povoado Bezerro (onde há a confluência do riacho Buritizal com o riacho São Carlos) ao povoado Bom Gosto.

O mais importante deles de acordo com o zoneamento costeiro do estado do maranhão o Barro Duro com duas pontes sobre o mesmo. Não posso precisar ainda as suas extensões (num trabalho completo no futuro, certamente terei essas informações).

RIO BOM GOSTO UM ESTUDO A PARTE

“A retirada de substrato argiloso e areia, mesmo de forma artesanal, tem se observado o surgimento de crôas (bancos de areia exposta) em função da correnteza que transporta resíduos para locais mais baixos, associado ao loteamento nos últimos dez anos das margens esquerda e direita desse rio para construção de áreas de lazer com construções feitas a menos de 5 metros da margem, e, em conseqüência, o desmatamento da mata ciliar, e por o terreno ser acidentado, ou seja, por ser terrenos de declive em relação às suas margens e o rio torna-se vulnerável às enxurradas provocando assoreamento e em muitos pontos erosões”.


A problemática da poluição começa a ameaçar o rio principalmente na área do povoado Bom Gosto onde é possível visualizar a distancias médias de 15 metros focos de poluição com os mais variados tipos de lixo (garrafas pets, sacolas e copos plásticas, vidros etc).


Imagem feita pela Professora Socorro Ramos e equipe de alunos do Ensino Fundamental, próxima a ponto sobre o rio Bom Gosto e bares. Lixo variado nesse ponto e dentro das águas. 2006
Adultos e crianças dividem o mesmo espaço ao tomar banho no rio. Cultura antiga de lavar os animais nas águas do rio.


Além desses, há inúmeros riachos que cortam todo o município: o riacho São Bento que passa pelos povoados São João dos Tomaz, Santa Rosa dos Tomaz, Curralinho, Belagua, Cocal antes de chegar a Barro Duro e receber o nome Rio Barro Duro. Riachos: Periquito, Banguê, Dendê, Itaperinha, Buritizinho, Santo Antonio (nascente na Justa e foz no igarapé de Moita Verde) etc. Lagoas: Lagoa Grande (praticamente inexistente) e Lagoinha. Riacho do Meio do Carmo, morrendo:

POVOAMENTO
Cadernos IMESC 5 O PROCESSO DE OCUPAÇÃO DO TERRITÓRIO MARANHENSE
José Ribamar Trovão, mestre em geografia maranhense

“Na primeira década do século XX teve início, embora de maneira inicialmente tímida uma penetração de nordestinos em busca de terras disponíveis e fugindo das secas e das dificuldades de absorção da mão-de-obra no próprio nordeste usaram como “portas” de entrada três lugares, inicialmente por via marítima, cuja entrada se fez pelo porto de Tutóia e as outras duas através do Vale do Parnaíba, tendo como entradas Floriano e Teresina. Referidos migrantes encontraram em terras maranhenses aquilo que não tinham no seu Estado de origem: terras abundantes e devolutas, índice pluviométrico satisfatório e solo úmido, graças à cobertura arbórea e a presença constante das chuvas.” Acredito que muitos vieram do Ceará.

Transportes: os meio de transporte mais usados são: 4x4 Toyotas, vans e mototaxi.

Economia: a base da economia é a pesca, o comércio varejista e a prestação de serviços (maior empregador o serviço público, principalmente o setor Educação). Na área rural a economia predominante é a agricultura de subsistência. Entre os meios de sobrevivência existe também a extração da fibra do buriti para a produção de artesanato.

PRBLEMATICA AMBIENTAL

O lixo é um grande problema. Pois, lixo doméstico e lixo hospitalar tem o mesmo destino: lixão da cidade de onde famílias retiram sustento com restos catados no lixão. Veja postagem que fiz sobre o lixo em novembro 2010.

CRESCIMENTO POPULACIONAL E MUDANÇA NA PAISAGEM URBANA EM TUTÓIA

Com uma população estimada em 11.589 habitantes (2001). Já somos quase 50.000 hab. (2010), 47.705 censo de 2007. A população praticamente quadruplicou em 10 anos. Caracterizando um processo de urbanização recente. Vejas as fotos evidenciam mudança na paisagem urbana.
Praça Getúlio Vargas 2005

Praça Getúlio Vargas 1950




Praça 2007

E, contrariando... Tutóia, nessa idade, tenha vergonha!

Estamos vivendo em uma era de modernidade. De globalização da informação, de avanços no campo do progresso acontecendo com uma velocidade nunca vista antes. E Tutóia já está ficando “gagá” (73 anos) e muitas coisas continuam iguais, senão piorando, como a saúde, por exemplo, tendo em vista que não temos água tratada e o atendimento médico-hospitalar insuficiente, se considerarmos o quantitativo populacional atual do município.

O setor educacional, apesar das construções de prédios escolares, pagamento da folha de pessoal em dia etc., tem muito a melhorar como início do ano letivo no período correto em 100% das escolas municipais entre outros aspectos que quase ninguém percebe, mas todo mundo sabe que é caótico.


Concurso Público de Paulino Neves-Ma

Há rumores de que o Conncurso deste município saia ainda esta semana. Segundo informações extra oficiais estamos dependendo da publicação do Edital.
Nesse caso, aguardemos e quando definitivamente sair publicarei aqui no meu blog. Até lá.

sábado, 26 de março de 2011

Blog do Elivaldo Ramos divulgado na programação da Rádio Cidade de Bacabal-Ma

O meu blog surgiu com a ideia de informar, mesmo que de maneira ainda tímida, os colegas da educação e no geral em Tutóia sobre os mais diversos temas. No entanto, ultimamente nossas postagens têm ganhado espaço na programação da Rádio Cidade de Bacabal- Ma, por iniciativa do meu amigo radialista Genival Silveira, dono da rádio.

Agradeço a gentileza da galera da radio de Bacabal e dizer que a internet tem esse papel: o que se quer mostrar (quando é bom e quando tem fundo de verdade) vai longe.
É uma Rádio inteligente como a organização garante;
"Com  SERIEDADE, ORGANIZAÇÃO e OUSADIA  são qualidades que o ouvinte irá reconhecer e valorizar. Foi criado um modelo de rádio baseado neste tripé. Por isso,que no dia 25 de setembro 2010 foi inaugurada a Rádio 104 Cidade FM. Quem ouvir  a 104 Cidade FM   já sabe: este nome, por si só, é marca de tradição. Com o aval do seu Diretor Genival Silveira com  experiência no ramo de Radio, a 104 Cidade FM  é uma FM planejada e projetada com amor e rigor para o futuro. A   rádio 104 Cidade FM  é a emissora líder no seguimento mais cobiçado pelos   anunciantes: público com poder de consumo. A 104 Cidade FM  possui  sua programação musical por grandes sucessos nacionais e regionais. "
acesse o link e ouça em tempo real: http://www.cidadefmbacabal.com.br/

quinta-feira, 24 de março de 2011

Ministério Público realiza audiência Pública em Paulino Neves

No último dia 22 (terça) solicitado pela Secretaria de Meio Ambiente de Paulino Neves, o Ministério Público de Tutóia realizou mais uma audiência pública com a pauta: animais em vias públicas. Esta já é a terceira em 6 anos. Duas na administração anterior e esta na administração atual do município e nada se cumpre.


Foi realizada no prédio da Câmara Municipal com a presença do prefeito da cidade, de vereadores, secretários, policia militar e civis.


A Promotora de Justiça Samara Cristina estava acompanhada do Delegado de Polícia de Tutóia Almir Macedo (este estará atuando como delegado por dois dias em Paulino Neves) para esclarecimentos das muitas perguntas feitas pelos presentes, onde deixou claro que mais uma audiência pública com a pauta discutida não seria tão necessária, mas cumprir o que antes já ficou estabelecido nas audiências anteriores: que criadores prendam seus animais ou que disponham de espaço que não seja o urbano para criá-los.

Da esquerda para a direita Marcela Silva e Samara Cristina.



Resultado: o município vai lançar uma campanha de conscientização (ainda não definida data) e a partir dessa ação estabelecerá um prazo máximo de quinze dias para adequação dos criadores. Quem infringir as normas terá o animal apreendido e responderá por multa.
Além de animais em vias públicas, foram abordadas as discussões sobre cercas às margens dos rios, e segurança pública.
Para a Secretária de Meio Ambiente do Município Marcela Silva Ferreira a razão por solicitar mais uma audiência pública (a 1ª em sua gestão) é “porque já estamos incomodados com algumas situações e queremos um ambiente ecologicamente equilibrado para o bem estar de todos”. Quando lamenta o que vem ocorrendo com o Rio Novo nos últimos anos: cerceamento de suas margens e supressão das matas ciliares na região central da cidade dando lugar a construções.

segunda-feira, 21 de março de 2011

Algumas escolas em Tutóia iniciam ano letivo nesta Segunda Feira (21/03/2011)

Realidade enfrentada ainda por algumas escolas de Tutóia: atraso no início das aulas. Muitos são os motivos para os atrasos: lotação de professores, reformas em escolas etc. Não sei se justifica.
Como não bastasse o atraso, muitos professores tem de ministrar aulas nas mais diversas áreas (polivalência) mesmo de 6º ao 9º ano.
Por exemplo, a mim foram dadas as seguintes disciplinas: História, Educação Física, Ciências, Artes, Língua Estrangeira e Geografia (minha licenciatura) e começo a trabalhar hoje. Alguns diriam: mais isso não é bom! Não não é. Pois, quando os alunos não alcançam bom rendimento a culpa é sempre do professor. Será que é mesmo? Não sei se conseguiremos desenvolver um bom trabalho. Ter de preparar aulas e planos para muitas áreas.
E a justificativa para estarmos "quebrando galhos" na escola: muitas escolas tem apenas seis séries (anos) de 6º ao 9º, não absorvendo o profissional em sua devida área específica, pois, somam apenas 12 das 25 horas (carga horária da rede municipal) que teria de trabalhar. É um absurdo, mas pouca gente o considera ser.

Paulino Neves urbanizando

Paulino Neves que até bem pouco tempo apresentava características rurais na região central desse município começa apresentar agora uma configuração diferente em sua paisagem: começa a ter a cara de paisagem urbana.
Isso pode ser evidenciado pela pavimentação asfáltica, por exemplo, que chegou (Ma-315 ligando Tutóia a Paulino Neves). Além da pavimentação, o comércio ambulante surge como mostrado nas imagens abaixo.
Os camelôs começam a montar suas barracas na principal avenida da cidade (Av. Dr. Paulo Ramos), principal centro comercial também da cidade.
O surgimento desse tipo de comércio (informal) evidencia a urbanização da nova cidade que começa a configurar no cenário dos pequenos lençóis maranhenses. Evidencia também a desorganização, característica de muitos centros urbanos do Brasil quando surgiram sem planejamento.
Para uns, é o progresso e crescimento chegando. Para outros, preocupação, enfraquecimento do pequeno comércio local, geração de lixo etc.


Neste outro ponto, veja as fotos de antes (2010) e depois (2011). Para realizar a terraplanagem do terreno, colocar o asfalto, alargar a avenida, muitas árvores tiveram que ser derrubadas. Deixando a área mais exposta a radiação solar e aumentar a sensação térmica para quem trafega e vive do comércio por ali.
Tudo isso vem com o crescimento. Antes para se chegar a Paulino Neves, o antigo povoado Rio Novo pertencente aos municípios de Tutóia e Barreirinhas (o limite era o Rio Novo), somente enfrentando muitos trechos de lama e areia em veículos com tração nas quatro rodas. Hoje, a realidade é outra. Melhoras na estrutura, problemas na urbanização.







Além dessa realidade, há o agravante ao meio ambiente. Na pavimentação asfáltica em alguns pontos enormes feridas ficam no solo (crateras) e em outros a vegetação nativa como palmeiras de buriti, posso citar como exemplo, margeando o Riacho Banguê-Tamancão em Tutóia Velha (fotos abaixo), são degradadas, entre muitos outros.


quinta-feira, 17 de março de 2011

QUE DIMENSÃO PODE TOMAR UM DESATRE NATURAL (DIRÍAMOS, COM UM QUE ANTRÓPICO)

"O pânico gerado pela questão nuclear no Japão está desviando a atenção das autoridades de uma possível crise humanitária, que pode envolver as mais de 452 mil pessoas que estão vivendo em abrigos temporários." Assim escreveu o jornalista da Folha, LUIS KAWAGUTI CLAUDIA IZUMI, DE SÃO PAULO.
O pânico que muita pessaos vão enfrentar é também uma consequencia da ação antrópica e não somente natural como muito a mídia tem pregado. Os reatores nucleares são resultado modernidade justificada pela "necessidade" de produzir energia etc. entre muitos outros assuntos relacionados a industrialização se prega isso também. Mas a verdade é que o que há de verdade são mega empresários preocupados com o investimento do capital visando o lucro (Karl Max) e não suprir as necessidades básicas da populçao para seu bem estar.
Essa cena é estarrecedora.
Moradores de Sendai enfrentam fila para comprar comida em supermercado

Resultado da persistência humana: habitar e explorar ao máximo áreas de risco.Será que precisamos de tanta exploração, em nome de que?
Socorrista busca vítimas em meio a escombros da cidade de Kesennuma, em Miyagi

terça-feira, 15 de março de 2011

AMERICANS NÃO ENTREGA PEDIDOS (COMPRAR PELA INTERNET EXIGE CAUTELA)

Ultimamente, comprar pela internet é a opção mais adotada por muitas pessoas, por conta do preço e facilidade, variedade, etc.
No entanto, empresas irresponsáveis como a que eu comprei no fim do ano passado (2010) pode ser uma dor de cabeça. A Americanas está neste patamar em minha concepção, não entregou meu pedido até agora (março de 2011). Já são quase três mesese sem vê a cara do meu pedido.
Considero irresponsabilidade, irresponsabilidade.
Aqui o último prazo de previsão de entrega pra mim (fevereiro de 2011). A primeira previsão era pra janeiro de 2011.

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Tutoiense nato, professor de Geografia da rede municipal e particular de ensino em Tutóia e Paulino Neves, Licenciado em Geografia pela UESPI e Pós Graduado em Educação Ambiental pelo IESF. Este blog é um blog de reportagens de acontecimentos e também de publicação de imagens (fotos). Sou um apaixonado por fotos. Nascido em 1980. Fui presidente de Associação de Moradores do povoado Bezerro (Tutóia-MA). Atualmente estou presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Tutóia, Paulino Neves e Santana do MA.