terça-feira, 26 de outubro de 2010

Dicas para blogueiros

Postado por Tereza quarta-feira, 7 de abril de 2010 às 14:56 3 No Blog Sindicato dos Blogueiros

1. Não tenha medo de postar alguma coisa desconhecida, que não tenha sido comentada em outros blogs, Seja diferente.

2. Não tenha medo de divulgar as fontes das informações mostradas nos seus posts, pois isto dará mais credibilidade ao seu blog.

3. Não tenha medo de ficar alguns dias sem postar, pois melhor não postar, do que postar algo que não interesse ao seu visitante.

4. Não fique com medo das criticas em comentários feitos em seu blog e evite apagados, pois as criticas devem servir para que você melhorar, e apaga-las não irá ter benefícios nenhum, pelo contrario, quem fez este comentário que você apagou não irá comentar de novo.

5. Não fique com vergonha de divulgar seu blog para seus amigos, pois eles são os leitores mais fieis.

6. Faça e Refaça os textos até conseguir algo que seja de fácil entendimento.

7. Leia com atenção e respeito todos os comentários.

8. Se a pessoa que comentou deixar alguma forma de contado como E-mail, Faça o possível para responder e agradece-lo pois se ele deixou esta forma de contato ele quer comunicar-se com você.

9. Não tenha medo de ser polémico.

10. Procure coletar o maior numero de informações possível sobre o assunto que você irá postar.

O governo não defende mais, como antes, os sindicatos

Folha on line por MELCHIADES FILHO


BRASÍLIA – Afirmar que Lula anestesiou o sindicalismo no país talvez seja precipitado. Mas no PT certamente isso aconteceu. É notável que as questões do emprego tenham ficado em segundo plano, quando não de fora, do discurso de Dilma Rousseff e do documento final do congresso do partido.

A palavra sindicato (ou suas variantes) não aparece entre as quase 7.500 do texto que apresenta as diretrizes do PT para o próximo quadriênio. No relatório do congresso de 2007, havia 50 menções.

A agenda trabalhista do PT pós-Lula resume-se ao “compromisso com a defesa da jornada de 40 horas semanais, sem redução de salários”.

Proposta, sabe-se, que não recebe o endosso do presidente, de sua candidata e da cúpula partidária. Foi incluída “só para constar”.

(Como também é insincera a defesa da diminuição da jornada de trabalho que governistas têm feito no Congresso, manobra que visa tirar o foco dos projetos de lei que atrelam a remuneração das aposentadorias ao salário mínimo.)

Lula domesticou as centrais, e sobretudo a petista CUT, com a distribuição de dinheiro público. Desfalcou-as, nomeando seus líderes para cargos no governo. E tirou-lhes as principais bandeiras (garantiu ganhos reais para o mínimo, valorizou o funcionalismo, engavetou a reforma trabalhista etc.).

Daí que no partido só vozes isoladas hoje puxem o samba trabalhista -como Paulo Paim (RS), que do Senado berra reivindicações no passado vindas dos sindicatos.

Até esses espasmos, porém, têm prazo de validade. A geração sindicalista de Paim -e de Lula, Olívio Dutra, Luís Gushiken, Luiz Dulci, Jacó Bittar etc.- aos poucos deixa a cena. Mesmo nas regiões industriais que os petistas controlam politicamente, como o Vale dos Sinos (RS), não têm surgido substitutos à altura. O PT do futuro parece pertencer à burocracia formada dentro do governo e fundos de pensão.

Fonte: Folha de S. Paulo

Esta seção – Debate – publica opiniões outras, que não a do autor do BBlog, sobre os assuntos aqui costumeiramente abordados

Esse post foi publicado de domingo, 28 de fevereiro de 2010 às 14:11, e arquivado em Debate.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

BRASIL: UM PAÍS DE TODOS OS DESCARADOS

É uma vergonha o que temos assistido nas campanhas eleitorais do segundo turno. Os candidatos a maior autoridade do país: a Presidência da República trocam acusações infantis (brincadeira de bolinhas, pedrinhas, sei lá o quê).


E nós ficamos querendo arrazoar um ou outro. Penso que seria muito interessante e inteligente se o povo desse uma resposta no dia 31 de outubro: votar em branco (digo, a grande maioria votar em branco mesmo) mostraria que nós não queremos ver essas sandices sendo veiculadas nos meios de comunicação, pois queremos um país de verdade com gente de verdade e representantes de verdade e de vergonha. Que[sem] vergonhas!

domingo, 17 de outubro de 2010

Tanto faz votar nos petistas ou em tucanos afirma sociólogo

Sempre concordei que, ultimamente, um significativo descrédito tem deixado muitos eleitores sem saber como ou em quem votar.
Um estudioso e fundador do PT garante que tanto faz votar em Dilma ou em Serra.
Veja a reportagem na íntegra: http://www1.folha.uol.com.br/poder/815456-sociologo-e-fundador-do-pt-afirma-que-lula-e-mais-privatista-que-fhc.shtml.
Se não podemos mais confiar o nosso voto para quem poderia nos bem representar, digo, cuidar do povo, especialmente os mais necessitados, ficamos sem saber o que fazer, sem saber o que é a política de hoje.
Parece ser o fim do mundo, políticos parecem não ser humanos, mas meros mercenários, aproveitadores, exploradores e de gente muito ingênua, indefesa e desgraçados, por assim dizer.
A frase "não podemos mais confiar em ninguém" nunca teve tanto efeito.

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Será que sabemos ou soubemos votar?

Festa para quem já esperava a vitória (manipulada pode-se dizer). Não sei se posso afirmar que quem perdeu (a oposição) está triste no Maranhão, uma vez que a oposição parece não ser oposição. Quando a oposição já esteve apoiando a situação.


Só sei que quem perde somos nós os eleitores, os muitos coagidos como afirma minha amiga Professora Conceição Santos.

Mas de quem é a culpa pro termos representantes com o perfil que nós conhecemos: desumanos, incompetentes, corruptos, ficha mais suja que pau de galinheiro....

Será que não é nossa a culpa? Ainda mais quando uma matéria divulgada pela agência http://www.1cn.com.br/  revela: “De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 31% (1.341.508) dos eleitores maranhenses informaram que não completaram o ensino fundamental, 23,5% (1.019.369) sabem ler e escrever e 14,6% (635.087) são analfabetos. De todos os eleitores do estado, apenas 1% cursaram o ensino superior; 0,7% começou, mas não concluiu a faculdade; 8,6% concluíram o ensino médio e 14,5% não terminaram o ensino médio”.

É triste, mas é pura realidade. Muitos dos que votaram não sabem nem o que esse ato significa para si, para o estado ou para o país.

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Tutoiense nato, professor de Geografia da rede municipal e particular de ensino em Tutóia e Paulino Neves, Licenciado em Geografia pela UESPI e Pós Graduado em Educação Ambiental pelo IESF. Este blog é um blog de reportagens de acontecimentos e também de publicação de imagens (fotos). Sou um apaixonado por fotos. Nascido em 1980. Fui presidente de Associação de Moradores do povoado Bezerro (Tutóia-MA). Atualmente estou presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Tutóia, Paulino Neves e Santana do MA.